Você assistiu o filme Ela? Nele, o protagonista Theodore, interpretado por Joaquin Phoenix, acaba tão envolvido com a gentileza da assistente virtual de seu computador que estabelece um amor platônico pela mesma. A ideia da Ford é aperfeiçoar cada vez mais sua central multimídia Sync, tornando-a tão eficiente quanto a personagem exibida no filme lançado em 2013 nos Estados Unidos.

“Estamos a caminho de desenvolver o carro empático, que pode contar uma piada para animá-lo, dar conselhos quando precisar, lembrar de aniversários e mantê-lo (a) alerta em uma viagem mais longa”, explica Fatima Vital, diretora de marketing da Nuance Communications, empresa que desenvolveu o sistema de reconhecimento de voz utilizado no Sync em conjunto com a Ford.

Um dado interessante é que, segundo a Ford, até 2022 cerca de 90% dos carros novos serão equipados com algum sistema de reconhecimento de voz. Conectado com sistemas de armazenamento de informações em nuvem, o recurso tende a evoluir para um assistente pessoal, como apresentado em Ela, e ser capaz até de remarcar compromissos quando o motorista for surpreendido com um congestionamento, dentre outras várias funcionalidades.

O assistente pessoal veicular poderia aprender, por exemplo, as músicas que o motorista gosta de ouvir quando está estressado e as ocasiões em que prefere ficar em silêncio. A iluminação interna também poderia mudar positivamente o seu humor. A evolução poderá até mesmo a ajudar em sua organização diária. Dentro de dois anos o sistema poderá oferecer sugestões como: Gostaria de encomendar flores para sua mãe no Dia das Mães?, Devo escolher um caminho menos congestionado, mas mais lento para casa? e O seu chocolate favorito está acabando, mas está disponível no estoque da sua loja preferida. Quer parar e pegar alguns?

No futuro, adianta a Ford, usando controles gestuais e dos olhos o motorista será capaz de atender chamadas com um aceno de cabeça, ajustar o volume com pequenos movimentos da mão e definir o destino da navegação com um rápido olhar para o mapa.

Se hoje já é comum encontrarmos muita gente apaixonado por seus carros, com tantos recursos assim é bem possível que sigamos o caminho trilhado por Theodore no filme...

César Tizo

César Tizo |