Embora os compactos 208, da Peugeot, e C3, da Citroën, não tenham um desempenho de vendas tão chamativo nos últimos anos, a PSA, holding que controla as duas marcas, já pensa na nova geração de ambos. Batizada internamente de Projeto 21, o plano envolve o uso de uma nova plataforma global, a CMP (Common Modular Platform, plataforma modular comum), que será usada em vários veículos vendidos em mercados emergentes.

De acordo com o site Argentina Autoblog, as novas versões do 208 e do C3 passarão a ser produzidas na Argentina, hoje responsável pelos modelos de porte médio como o C4 Lounge e o 308. Apesar disso, o desenvolvimento do projeto ser

No entanto, não está claro ainda se o grupo francês pretende transferir a linha de montagem de Porto Real para El Palomar ou se as duas unidades farão os modelos em conjunto. Caso seja confirmada pela empresa, é uma mudança significativa na estratégia regional.

Hoje o Brasil é um mercado muito mais forte em matéria de compactos, daí a preferência em produzir aqui o 208 e o C3. Por outro lado, há o crescimento do mercado de SUVs, o que pode ter motivado a PSA a abrir espaço em Porto Real para mais modelos dessa categoria – sabe-se que a Citroën terá uma versão local do SUV Cactus, por exemplo.

De qualquer forma, os novos modelos só devem chegar ao mercado em 2019 e com novidades como um novo motor 1.5 de três cilindros derivado do ultra econômico 1.2 hoje vendido no país.

Ricardo Meier

Ricardo Meier |