Foi anunciado em Pequim neste sábado o acordo de cooperação entre a montadora chinesa Chery e o grupo CAOA do Brasil em que este último assumirá a operação e fabricação de veículos no país. A informação já circulava, porém, era negada até então.

A cerimônia de assinatura do contrato ocorreu durante o encontro mundial da Chery em que são anunciadas as estratégias globais da montadora, uma das maiores da China. Pelo acordo, a CAOA assumirá 51% da filial brasileira e criará com isso a CAOA Chery, marca nacional que produzirá veículos tanto em Jacareí, unidade construída pela Chery, quanto em Anápolis, GO, onde a CAOA possui uma linha de montagem de veículos da Hyundai.

Segundo Marcelo Elias, CFO da CAOA e que esteve presente na assinatura do acordo, a CAOA Chery lançará novos utilitários esportivos e sedãs no Brasil sem citar os modelos – embora já estejam confirmadas as novas versões do Tiggo, por exemplo.

Estrutura de venda

A parceria entre Chery e CAOA já era esperada desde o ano passado. As duas empresas negociaram por longo tempo, com idas e vindas que impediram um acordo antes. Sem conseguir desenvolver sua operação no Brasil, a Chery acumulou prejuízos e problemas com sua fábrica em Jacareí, que mesmo com uma produção bem abaixo da capacidade, sofreu com várias greves no período.

O grupo CAOA, por sua vez, é conhecido por sua agressividade comercial que inclusive já motivou protestos de concorrentes. A empresa brasileira, que já foi responsável pela Renault antes da chegada da montadora, soube aproveitar o momento de crescimento da marca sul-coreana Hyundai no mundo e a transformou num desejo de muitos brasileiros.

O desafio com a Chery, no entanto, será maior. Embora seja um grande fabricante de veículos na China e maior exportador do setor, em quase 10 anos no Brasil a marca até hoje não conseguiu atrair o interesse do consumidor. Entre alguns fatores que contribuíram para isso estão a baixa qualidade de alguns modelos e a mudança constante de estratégia – houve carros que ficaram poucos meses à venda.

O veículo mais conhecido da Chery, o compacto QQ, mesmo custando pouco, ainda atrai poucos clientes pelo potencial que tem. É nesse sentido que a CAOA e sua rede de 180 lojas pode reverter essa situação. Espera-se que a sociedade também torne os veículos da Chery confiáveis e com bom custo-benefício, afinal aos poucos os chineses têm evoluído em tecnologia.

 
 
Chery Tiggo 7 flagrado no Brasil
 
Chery Tiggo 7 flagrado no Brasil
Chery Tiggo 7 flagrado no Brasil
Fábrica da Chery em Jacareí (SP)
 
Fábrica da Chery em Jacareí (SP)
Fábrica da Chery em Jacareí (SP)
Chery Tiggo 7 2018
 
Chery Tiggo 7 2018
Chery Tiggo 7 2018
Assinatura do acordo de parceria entre a Chery e CAOA ocorreu em Pequim
 
Assinatura do acordo de parceria entre a Chery e CAOA ocorreu em Pequim
Assinatura do acordo de parceria entre a Chery e CAOA ocorreu em Pequim
 
 

 

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/