O grupo Volkswagen anunciou uma estratégia importante envolvendo o conjunto mecânico de seus próximos veículos. O conglomerado alemão vai investir cerca de 10 bilhões de euros até 2022 para atualizar toda sua gama de propulsores a combustão, aprimorando a eficiência dos mesmos em até 15% de acordo com o encontrado hoje para atender os próximos passos das normas de emissões que entrarão em vigor nos EUA, Europa e China nos próximos anos. A informação foi revelada pelo CEO do grupo, Matthias Mueller, no fim da semana passada.

Já os propulsores eletrificados, incluindo os elétricos e híbridos, o grupo vai triplicar os investimentos para a cifra de 9 bilhões de euros no mesmo período. Parte do dinheiro será destinada para a criação de um híbrido especialmente desenvolvido para os EUA, onde a marca foi fortemente abalada pelo “escândalo do diesel”.

Em uma indústria que vive um profundo momento de transformação, Mueller declarou que “apesar dos motores a combustão contarem com um papel relevante pelo menos nos próximos 20 anos, está claro que o futuro será dos carros elétricos”.

Outro ponto relevante apresentado pelo CEO do grupo Volkswagen, é que o conglomerado pretende reduzir a variedade de propulsores a combustão para seus modelos de massa, atingindo uma redução de 40% no leque de opções por volta de 2020. O executivo, contudo, não deu detalhes de como essa operação será feita.

Mudanças no câmbio

Uma notícia que também foi confirmada, dessa vez pelo chefe da área de powertrain da Volkswagen, Friedrich Eichler, é que o câmbio de 10 marchas com dupla embreagem da marca foi cancelado.

“Há dois meses eu tive o protótipo destruído”, revelou Eichler. De acordo com o executivo, a caixa de 10 marchas representava uma tendência de engenharia dentro da VW onde “mais” e “quanto maior, melhor” que já não se aplica mais para a empresa nas palavras de Eichler

Mesmo assim, como muito bom humor, Eichler retrucou que “é óbvio que eu guardei todo o projeto e os resultados”, piscando com um olho para o repórter que o entrevistava. Isso nos leva a crer que, havendo necessidade de uma transmissão desse tipo, a Volkswagen poderá voltar a trabalhar nela.

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/