VW Polo será atualizado em 2021: o que esperar?

Compacto deve estrear melhorias neste ano na Europa, muitas delas inspiradas pelo Golf
Sugestão de Kleber Silva para o facelift do VW Polo com base em flagras no exterior

Sugestão de Kleber Silva para o facelift do VW Polo com base em flagras no exterior | Imagem: Kleber Silva

Enquanto atualmente entre os hatches compactos o Chevrolet Onix e o Hyundai HB20 oferecem recursos avançados, como o assistente de estacionamento e o monitoramento de pontos cegos no caso do Chevrolet e o alerta de colisão com frenagem autônoma além do aviso de saída involuntária de faixa no caso do Hyundai, parece que o Volkswagen Polo está ficando para trás nesse quesito.

Hoje o Polo oferece como item de série em sua versão mais cara o diferencial do painel de instrumentos digital, contudo não vai além quando o assunto diz respeito aos assistentes de condução.

Provavelmente isso poderá mudar a partir deste ano. Segundo noticia a mídia especializada europeia, sobretudo alguns veículos alemães, a Volkswagen deverá apresentar por lá ainda neste ano o facelift para a atual sexta geração do Polo, lançada globalmente em 2017.

De acordo com as informações apuradas pela imprensa do Velho Continente, a atualização estética para o Polo deverá trazer ao hatch compacto alguns elementos da nova linguagem de design da marca presente no primo maior Golf VIII. Estamos falando principalmente de uma nova assinatura luminosa na parte frontal combinando com a grade dianteira revista, além de novos para-choques mais envolventes e esportivos. Na parte traseira, talvez até mesmo as lanternas e a tampa do porta-malas poderão ser revistos.

É esperada, em paralelo, melhorias no acabamento interno e a atualização da central multimídia para um aparelho com mais recursos. Provavelmente, aqui no Brasil, estamos falando da inclusão da VW Play no compacto, central multimídia que estreou no Nivus aqui no país e hoje figura também no T-Cross.

Na Europa, é cogitada a possibilidade do Polo receber uma variante com propulsão híbrida-leve, algo necessário para atender normas de emissões cada vez mais exigentes. Aqui no Brasil, contudo, nada deverá mudar nesse aspecto. Hoje o Polo nacional conta com as opções dos motores 1.0 aspirado, 1.6 16V flex e o 1.0 TSI com turbo e injeção direta. 

Vamos aguardar também se a Volkswagen vai trazer para o Polo um desejável pacote mais avançado de itens de tecnologia, inclusive para fazer frente aos catálogos completos de Onix e HB20 no Brasil. Não por acaso a dupla hoje figura como os carros mais vendidos do país em especial graças ao custo-benefício competitivo.

Em 2020, o Polo figurou como o 16º automóvel mais emplacado no Brasil, somando 41.844 unidades chegando às ruas, volume bem distante dos 86.571 emplacamentos do Hyundai HB20 e dos 135.367 registrados pelo Chevrolet Onix. O carro mais vendido da marca alemã no período foi o Gol, que encerrou 2020 na 5ª colocação do ranking geral, sendo a escolha de 71.153 consumidores. 

Sugestão de Kleber Silva para o que podemos esperar do facelift do VW Polo com base em flagras no exterior
Sugestão de Kleber Silva para o que podemos esperar do facelift do VW Polo com base em flagras no exterior
Imagem: Kleber Silva
Assine a newsletter semanal do AUTOO!