Até hoje não podemos dizer que o Volkswagen up! é o que se pode classificar como um sucesso de vendas. Mesmo com um preço acessível, atualmente ele figura na 19ª posição do ranking de vendas, ficando atrás até mesmo do Voyage (18º) e modelos como os primos Fox (13º) e o Gol, atualmente o quarto carro mais vendido do Brasil.

Fato é que a receita do up!, assim como a do rival direto Fiat Mobi (atualmente na 11ª posição do ranking), é bem peculiar e remete ao subcompacto europeu, ou seja, um modelo suficiente para acomodar dois adultos e um porta-malas suficiente apenas para as bagagens do dia a dia. A dupla enquadra-se na típica situação de segundo carro da família, um modelo ideal por suas dimensões para o uso nos deslocamentos de casa para o trabalho e situações semelhantes. Por serem assim tão peculiares, é facilmente compreensível que up! e Mobi não alcancem o mesmo patamar de vendas de modelos mais espaçosos e versáteis como Chevrolet Onix e o Hyundai HB20.

No caso do up!, até que o modelo oferece certas credenciais que valorizam seu uso para algo um pouco além do que ser apenas um carro para o cotidiano, começando pelo porta-malas de 285 litros, mesma capacidade que o Gol oferece, por exemplo, e muito superior aos 215 litros do Mobi. Claro que 4 adultos não vão se acomodar tão bem quanto em um Toyota Etios, por exemplo, mas o up! não é tão ruim nesse aspecto. Falo com a propriedade de quem já fez uma viagem de mais de 3.000 km a bordo do up!, inclusive ficando uma boa parte no banco traseiro sem muitas dificuldades.

Voltando para a linha 2018 do up!, tema de nossa avaliação aqui, o hatch ganhou melhorias discretas, como é comum nos facelifts alemães, mas que no resultado geral melhoram a convivência com o modelo e o tornam mais agradáveis aos olhos. Como já adiantamos, também são novos os faróis, lanternas e o capô, que ganhou dois vincos nas extremidades.

Para quem optar pelo up! 2018 com o motor 1.0 TSI, disponível nas configurações move, cross e high, agora há muito mais do que apenas a tampa do porta-malas pintada na cor preta para identificar a versão. A opção turbo agora conta com um “escudo” preto no para-choque dianteiro e logotipos “TSI” na coluna B, tornando mais fácil a identificação do propulsor.

Na parte mecânica nada muda no up! 2018, o que, convenhamos, também não era muito necessário. A Volkswagen refez os testes de consumo para o Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular para o move up! TSI com as rodas aro 14”, o que melhorou ainda mais seus números de consumo e aprimorou ainda mais o consumo energético, que foi reduzido para 1,40 MJ/km. Com isso, o move up! TSI passa a entregar médias de 14,3 km/l na cidade e 16,3 km/l na estrada, ambas com gasolina. Durante nossa avaliação, conseguimos registrar em alguns momentos marcas excelentes, como 21,5 km/l com gasolina durante um trecho rodoviário trafegando a 80 km/h, porém com três adultos. Vale destacar que o número obtido pelo AUTOO ainda foi com o up! connect, que traz rodas de liga leve aro 15”.

Dinamicamente também nada muda no up! 2018. O hatch se destaca pelo bom nível de silêncio a bordo, com a ausência de ruídos de acabamento, o que é um atributo importante. Realizando um ótimo trabalho com o 1.0 TSI está o câmbio manual de 5 marchas com seus engates suaves e precisos, peculiaridade que quem já dirigiu um Volkswagen recente vai entender do que estou falando.

O ponto forte do up! TSI reside na fórmula mágica de combinar o baixo consumo com respostas muito legais ao volante. Segundo números oficiais, o up! TSI abastecido com etanol é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em ótimos 9,3 segundos e atinge 183 km/h de velocidade máxima. Esse nível de desempenho, apenas para citar, é melhor até do que o Hyundai HB20 1.6 16V manual, um modelo conhecido pelo bom desempenho.

Algo interessante que ocorreu no up! foi a melhora do aspecto geral da cabine, algo conseguido graças a adoção de features como o volante multifuncional com acabamento de couro disponível de série desde a versão move up!. O redesenho na parte central do painel, incluindo a “ilha” com o rádio e os comandos de climatização, bem como o painel de instrumentos com visualização mais fácil, colaboram para o bem estar a bordo. O detalhe da iluminação com uma pequena faixa de LED na parte inferior do painel (recurso oferecido no up! somente com motor TSI) trouxe uma dose de sofisticação ao compacto da Volkswagen.

A opção move up! TSI traz um ótimo catálogo de itens de série e não por acaso é a mais procurada pelos clientes. Além dos itens que citamos no parágrafo anterior, por R$ 52.790 ela sai de fábrica com a direção com assistência elétrica, retrovisores externos com luzes de seta integradas e função tilt down para o lado direito, sensor de estacionamento traseiro, rodas de liga leve aro 14”, trio elétrico, ar-condicionado e o rádio Composition com quatro alto-falantes e dois tweeters.

O único opcional para o move up! TSI é o rádio Composition Phone ao custo de R$ 1.400. Com uma lógica semelhante ao Live On do Fiat Mobi, basta você baixar o aplicativo “maps+more” que o seu smartphone é capaz de “conversar” com o rádio do up! E torna-se uma central multimídia para o modelo. Para isso, todos os up! a partir da linha 2018, independente da motorização, contam com o suporte para celular de série. Há quem não seja muito favorável à soluções como o Composition Phone, porém na medida em que você se acostuma com o sistema, é inegável que ele é bem mais prático e inclusive dá mais liberdade para usar os aplicativos de sua preferência.

Vale destacar que fez muito bem ao modelo a estratégia da Volkswagen em enxugar a gama up!, que agora conta conta com quatro versões. Isso facilita sobretudo a vida do consumidor, que pode configurar de forma mais fácil o carro de sua preferência e, inclusive, tem um carro que não será tão depreciado na hora da revenda, em que muitas vezes os opcionais que você coloca na hora da compra não se refletem em um valor maior na hora de passar o carro para frente.

Uma opção interessante para quem pensa em adquirir o Composition Phone é adquirir o “pacote connect” como opcional, presente no carro avaliado pelo AUTOO que você confere no vídeo nesta reportagem. Ele custa R$ 2.237 e acrescenta, além do Composition Phone, as rodas de liga leve aro 15” com um belo acabamento diamantado e preto e o acabamento preto na parte interna do teto e colunas. Com ele, o preço do move up! TSI sobe para R$ 54.990 já incluindo o custo da pintura metálica. Para quem quer um pouco mais de exclusividade talvez o investimento seja compensador.

Com um projeto moderno, que confere boa segurança ao passageiros e o menor custo de reparabilidade do segmento, o up! TSI também conta com um seguro na média dos principais concorrentes. Isso é algo importante de ser mencionado, uma vez que até bem pouco tempo atrás a palavra “turbo” era motivo suficiente para fazer o custo do seguro disparar. Para tornar o custo de propriedade do up! TSI ainda melhor, a Volkswagen vai oferecer um pacote com as três primeiras revisões por R$ 999 que pode ser adquirido na hora da compra.

Por tudo isso, podemos afirmar sem sombra de dúvida que o Volkswagen up! TSI 2018 se firma como a opção mais interessante hoje no mercado para quem procura um hatch manual na faixa de R$ 50.000. Afinal, quem não quer andar (muito) por aí com bom desempenho e gastando pouco, não é mesmo?

 
 
Volkswagen up! 2018
 
Volkswagen up! 2018
Volkswagen up! 2018
Volkswagen up! 2018
 
Volkswagen up! 2018
Volkswagen up! 2018
Volkswagen up! 2018
 
Volkswagen up! 2018
Volkswagen up! 2018
Volkswagen up! 2018
 
Volkswagen up! 2018
Volkswagen up! 2018
Volkswagen up! 2018
 
Volkswagen up! 2018
Volkswagen up! 2018
Volkswagen up! 2018
 
Volkswagen up! 2018
Volkswagen up! 2018
Volkswagen up! 2018
 
Volkswagen up! 2018
Volkswagen up! 2018
Volkswagen up! 2018
 
Volkswagen up! 2018
Volkswagen up! 2018
Volkswagen up! 2018
 
Volkswagen up! 2018
Volkswagen up! 2018
 
 

Ficha técnica

Volkswagen up! 2018 Move TSI 1.0 12V flex manual 4p
Preço R$ 52.790 (05/2017)
Categoria Hatch compacto
Vendas em 2017 15.008 unidades
Motor 3 cilindros, 999 cm³
Potência 101 cv a 5000 rpm (gasolina)
Torque 16,8 kgfm a 1500 rpm
Dimensões Comprimento 3,689 m, largura 1,645 m, altura 1,5 m, entreeixos 2,421 m
Peso em ordem de marcha 951 kg
Tanque de combustível 50 litros
Porta-malas 285 litros
Veja ficha completa

César Tizo |