É raro, mas ainda existem muitos casos de famílias com quatro ou até mais filhos, o que exige uma verdadeira van para que os papais e mamães consigam acomodar todos com conforto. Isso sem falar naqueles momentos em você ainda precisar acomodar a mãe, a sogra e mais a bagagem desse pessoal todo.

O foco é o uso comercial, seja por frotistas ou empresas de transporte, mas a Mercedes-Benz oferece por aqui desde o fim de 2015 uma opção que pode muito bem ser usada por famílias mais numerosas que querem viajar com conforto por aí. Trata-se da Vito, uma van com capacidade para 8 passageiros (incluindo o motorista) em sua versão Tourer Luxo como a avaliada aqui.

Por R$ 162.000, a van de porte médio-grande traz até alguns luxos, como o motor 2.0 flex com turbo e injeção direta, o mesmo utilizado no Classe C. Sob a carroceria da Vito, ele entrega 184 cv de potência e 30,5 kgfm de torque disponíveis desde 1.250 rpm independente do combustível escolhido. 

Apesar do logotipo da estrela na grade frontal, é bom você ter em mente quando entra na Vito que ela não nega a origem comercial, portanto não espere encontrar muito luxo a bordo mesmo nesta que é a versão topo de linha da van. Os bancos contam contam com revestimento de courino, um material não tão nobre quanto couro, mas ao menos os assentos oferecem a possibilidade de inclinação individual e acomodam, de fato, todos os 8 passageiros com muito conforto. Nas três fileiras de assentos são oferecidos cintos de segurança de três pontos e o acesso aos bancos é muito fácil. Atrás da terceira fila ainda sobra espaço para um porta-malas com generosos 690 litros, volume adequado para a quantidade de passageiros.  

O preço da Vito Tourer Luxo não deixa de ser convidativo considerando sua proposta, que torna-se ainda mais interessante já que a van pode ser conduzida mesmo por pessoas com categoria B na habilitação. Só que você não vai encontrar câmbio automático disponível para o modelo, por exemplo. A falta de opção diesel para a versão testada aqui também pode ser algo sentido por parte dos potenciais clientes. Voltando al lado comercial do Vito, é importante destacar que a transmissão e o pedal da embreagem contam com um “peso” acima do que você está acostumado a encontrar em um carro de passeio. Mais uma vez, o Vito nesse ponto faz questão de lembrar para quem assume o volante de que ele nasceu mais para o trabalho do que o passeio. Aqueles tradicionais rangidos que você ouve nos assentos das vans tradicionais também são percebidos na cabine do Vito. A intensidade é baixa, é verdade, mas eles estão ali presentes até por ser uma característica desse tipo de veículo. 

Ao menos no posto de comando, o motorista se sente conduzindo uma van um pouco mais luxuosa graças ao volante multifuncional que lembra o usado pelos automóveis da marca. O painel de instrumentos multifuncional também cria essa sensação. Ao contrário do Vito vendido na Europa, a van produzida na Argentina e vendida no Brasil não há luxos como a central multimídia, mas o ar-condicionado com sistema de controle na segunda fileira de assentos é um item de série, bem como a direção com assistência elétrica, o que facilita muito a condução do Vito. O modelo nos surpreendeu pela suavidade e até mesmo a precisão da resposta aos comandos do volante, algo raro nesse tipo de veículo. 

O Vito, é bom que se diga, é um carro que exige mais atenção ao dirigir, já que seus 5,14 m de comprimento e 2,24 m de largura com os retrovisores pedem cuidado na hora de fazer curvas ou manobrar, mas mesmo com essas dimensões e a altura de 1,91 m, ela consegue entrar em estacionamentos de shoppings, prédios residencias, dentre outros. Portanto ela pode levar sua família, ou seus passageiros, de porta a porta sem nenhuma inconveniência. O Vito tem um rodar suave e estável considerando seu porte, inclusive poupando seus passageiros dos efeitos de lombadas e valetas pelo caminho. Com 1.825 kg, desempenho não é o forte do Vito, mas mesmo carregado ele se sai bem inclusive no uso rodoviário, transparecendo segurança para o motorista em ultrapassagens e retomadas de velocidade. 

O pacote de itens de segurança do Vito Tourer Luxo é muito bom e contempla o monitoramento de cansaço do motorista, assistente de partida em rampa (algo excelente em um carro manual e do tamanho do Vito), assistente de vento lateral e a geração mais recente do Programa Eletrônico de Estabilidade da marca alemã, que agrupa em um só pacote os controles de estabilidade de tração, ABS, sistema de distribuição da força de frenagem, dentre outros. 

Também é possível encontrar fixações Isofix em alguns bancos para facilitar o transporte de crianças.

Olhando para o mercado você pode até encontrar opções de modelos mais sofisticados e com capacidade para 8 pessoas, como o Kia Grand Carnival. O modelo em questão conta com um poderoso motor 3.3 V6 de 270 cv, câmbio automático de 6 marchas, airbags laterais e de cortina e central multimídia, dentre outros equipamentos, porém o preço cresce na mesma medida e atinge R$ 259.990, uma diferença de R$ 97.990 em relação ao Vito! 

Apesar do motor moderno e flex, durante nosso período de avaliação constatamos que é melhor mesmo rodar com gasolina a bordo do Vito para parar menos no posto de combustível. Na cidade conseguimos alcançar uma média na casa de 8 km/l com gasolina, sendo que na estrada com 8 passageiros a média não foi além dos 11 km/l. Nesse tipo de uso as 6 marchas do câmbio manual ajudam a controlar o consumo e a velocidade do Vito, que acelera de 0 a 100 km/h na casa de 12 segundos, número bem aceitável para um modelo de quase 2 toneladas.

Vale a pena comprar um Mercedes-Benz Vito Tourer Luxo?

Se você trabalha com o transporte de pessoas e quer oferecer um “serviço VIP”, sem dúvida nenhuma ele é o carro ideal. Para pequenos grupos de executivos ou fretamentos corporativos, ele oferece conforto superior em relação a modelos maiores como a própria Sprinter da gama Mercedes. Já se a sua preocupação é a família que cresceu demais, o Vito é uma opção a ser considerada em especial se você não quer um veículo com preço muito elevado. Nascido para o trabalho, o Vito é um modelo que poderá cansá-lo se a ideia é usar a van como seu único veículo inclusive para os deslocamentos de casa até o trabalho, porém, se você só busca uma alternativa para as viagens com todo o pessoal, então ele é uma ótima pedida! Com um projeto moderno, um bom motor flex e a chancela da marca da estrela, o Vito mostra-se uma van muito versátil e competente dentro de sua proposta. 

 
 
Mercedes-Benz Vito 2017
 
Mercedes-Benz Vito 2017
Mercedes-Benz Vito 2017
Mercedes-Benz Vito 2017
 
Mercedes-Benz Vito 2017
Mercedes-Benz Vito 2017
Mercedes-Benz Vito 2017
 
Mercedes-Benz Vito 2017
Mercedes-Benz Vito 2017
Mercedes-Benz Vito 2017
 
Mercedes-Benz Vito 2017
Mercedes-Benz Vito 2017
Mercedes-Benz Vito 2017
 
Mercedes-Benz Vito 2017
Mercedes-Benz Vito 2017
Mercedes-Benz Vito 2017
 
Mercedes-Benz Vito 2017
Mercedes-Benz Vito 2017
Mercedes-Benz Vito 2017
 
Mercedes-Benz Vito 2017
Mercedes-Benz Vito 2017
Mercedes-Benz Vito 2017
 
Mercedes-Benz Vito 2017
Mercedes-Benz Vito 2017
Mercedes-Benz Vito 2017
 
Mercedes-Benz Vito 2017
Mercedes-Benz Vito 2017
Mercedes-Benz Vito 2017
 
Mercedes-Benz Vito 2017
Mercedes-Benz Vito 2017
Mercedes-Benz Vito 2017
 
Mercedes-Benz Vito 2017
Mercedes-Benz Vito 2017
Mercedes-Benz Vito 2017
 
Mercedes-Benz Vito 2017
Mercedes-Benz Vito 2017
Mercedes-Benz Vito 2017
 
Mercedes-Benz Vito 2017
Mercedes-Benz Vito 2017
 
 

Ficha técnica

Mercedes-Benz Vito 2017 Tourer Luxo 2.0 16V flex manual 3p
Preço R$ 162.000 (07/2017)
Categoria Furgão compacto
Vendas em 2017 398 unidades
Motor 4 cilindros, 1991 cm³
Potência 184 cv a 5500 rpm (gasolina)
Torque 30,6 kgfm a 1250 rpm
Dimensões Comprimento 5,14 m, largura 1,928 m, altura 1,91 m, entreeixos 3,2 m
Peso em ordem de marcha 1825 kg
Tanque de combustível 70 litros
Porta-malas 690 litros
Veja ficha completa

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |