Pode não ser um dado oficial, mas uma recente constatação divulgada pelo Grupo Segurador Banco do Brasil e Mapfre revela uma característica interessante: sexta-feira é o dia em que ocorre o maior número de colisões no Estado de São Paulo.

A pesquisa foi realizada com os dados de julho do ano passado até junho deste ano. Das 17.900 colisões registrada somente na capital, 17,1% ocorreram às sextas-feiras. Logo depois apareceu a quinta-feira, com 15,4% das ocorrências. Os demais dias úteis apresentaram leve decréscimo de diferença entre si, sendo que a quarta-feira concentrou 15% das batidas, seguida pela segunda-feira, com 14,7%, e a terça-feira com 14,2% dos registros.

Um dado curioso do estudo feito pelo Grupo Segurador é que durante o fim de semana, onde a maioria das pessoas pode dirigir de forma mais relaxada e sem tanta pressa de chegar em seus compromissos, as taxas de acidentes caem na cidade de São Paulo. Segundo o levantamento, aos sábados ocorreram 13,2% dos acidentes, enquanto no domingo foram registradas 10,1% das ocorrências.

O horário foi outro ponto analisado pelo relatório que revelou a maior incidência no período da tarde, com 38,5% dos casos. Pela manhã, ocorreram 29,5% dos registros, enquanto o período noturno ficou com 26,5% das colisões. A madrugada teve o menor apontamento, com 5,3%.

Tomando como base o Estado de São Paulo, as batidas seguem concentradas nos dias úteis, sendo a sexta-feira com a maior frequência (17%), e no período vespertino (39,6%). Os condutores do sexo masculino predominam nas ocorrências, com presença em 76,8% dos acidentes, e a faixa etária em primeiro lugar no ranking pertence aos motoristas de 27 a 36 anos (26,6%).

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/