Os utilitários esportivos compactos tiveram um 2016 positivo, a única categoria a aumentar suas vendas. É o que mostra o levantamento exclusivo do AUTOO com os emplacamentos do ano passado.

Com a chegada de mais concorrentes e as boas vendas dos líderes HR-V e Renegade, o segmento creceu 10% em relação à 2015, com mais de 193 mil emplacamentos. É um número que parece modesto, mas que na prática foi significativo num cenário em que o mercado geral caiu cerca de 20%.

O Honda HR-V foi o líder, com quase 56 mil unidades vendidas, mas o Renegade se aproximou com 51,6 carros emplacados. O EcoSport voltou ao 3º lugar, superando o Duster enquanto o estreante Kicks superou o Peugeot 2008 com apenas cinco meses de vendas.

E os ‘jipinhos’ devem continuar crescendo em 2017. O Kicks passará a ser produzido no Brasil e teremos a estreia do Tracker 2017 e do Captur, da Renault, além do facelift do EcoSport. No ano passado, eles foram o 3º segmento mais vendido, atrás apenas de hatches e sedãs compactos, bem mais acessíveis.

 
 
Ford Focus SE
 
Ford Focus SE
Ford Focus SE
Nissan Kicks 2017
 
Nissan Kicks 2017
Nissan Kicks 2017
Volkswagen Golf 2017
 
Volkswagen Golf 2017
Volkswagen Golf 2017
Jeep Renegade 2017
 
Jeep Renegade 2017
Jeep Renegade 2017
Chevrolet Cruze Sport6 2017
 
Chevrolet Cruze Sport6 2017
Chevrolet Cruze Sport6 2017
Honda HR-V 2016
 
Honda HR-V 2016
Honda HR-V 2016
 
 

Golf e cia em baixa

Num ano com pouco a comemorar, a situação foi mais grave para a categoria de hatches médios. De um volume já baixo de 47 mil unidades em 2015 o segmento caiu para somente 25,5 mil unidades no ano passado, queda de 46%. Para se ter uma ideia, cinco anos atrás o Hyundai i30 (importado) emplacou sozinho 35,7 mil carros num ano em que os hatches médios foram a escolha de 151 mil pessoas – ou seja, seis vezes mais que em 2016.

O Focus terminou o ano como líder, porém, sofreu uma queda de quase 55% em relação a 2015. O Golf, recentemente nacionalizado, foi o segundo não sem perder 40% da demanda. Já o Cruze, 3º, foi o que mais caiu, em parte por conta da troca de geração.

Vendas de 2016 vs. 2015

O vilão, claro, foi o utilitário esportivo, que passou a ser o maior desejo da classe média a ponto de atrapalhar até a vida dos sedãs médios, outro segmento que sempre esteve em alta, mas que no ano passado fechou de forma ‘estável’, com queda semelhante ao mercado como um todo.

Além dos SUVs compactos, únicos a aumentarem as vendas, o segmento que menos perdeu no ano que se encerrou foi o de picapes compactas, mas isso por uma razão, a chegada ao mercado do subsegmento de picapes compactos plus, ou seja, Toro e Oroch. Pegando carona na alta dos jipinhos elas responderam por um terço das vendas da categoria, freando a queda no interesse de modelos como a Strada (queda de 40%), Saveiro (-40%) e Montana (-37%).

Se as vendas realmente voltarem a subir em 2017 não há dúvida que SUVs e picapes ‘super compactas’ estarão na frente do pelotão.

Os campeões nas principais categorias em 2016
Categoria Modelo Vendas %
Hatch compacto Chevrolet Onix 153.380 +22,7
Sedã compacto Chevrolet Prisma 66.340 -5,1
Sedã médio Toyota Corolla 64.744 -3,3
Picape compacta Fiat Strada 59.541 -39,5
SUV compacto Honda HR-V 55.769 +9,8
Picape média Toyota Hilux 34.031 +4,1
Familiar compacto Honda Fit 28.441 -32,7
SUV grande Toyota SW4 12.171 +40,4
SUV médio Hyundai Tucson 11.203 -0,3
Hatch médio Ford Focus 6.767 -54,6
Sedã grande Mercedes-Benz Classe C 4.485 -41,3

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier |

Veja mais notícias da marca