“Ele tem a grande oportunidade de ser o modelo mais vendido em toda a história da Jeep”. É com essa declaração do CEO da marca, Mike Manley, que nós notamos a importância que o Compass tem para a empresa, modelo que também é fabricado no Brasil ao lado do Renegade e da Fiat Toro.

Tal projeção nas vendas não é por acaso. Só na Europa, segundo dados da JATO Dynamics, o segmento cresceu mais de 20% só no primeiro semestre deste ano, e especialistas projetam que a categoria manterá essa evolução constante pelo menos até 2020.

Rival de modelos como o Hyundai ix35, Kia Sportage e companhia, a Jeep espera comercializar no Brasil algo em torno de 2.000 a 2.500 unidades do Compass por mês, números bem ambiciosos considerando a realidade atual da categoria por aqui, no caso os SUVs médios de R$ 100.000 a R$ 150.000. De qualquer maneira, o segmento é o maior é o principal envolvendo SUVs na Europa e a Jeep “não quer brincar aqui”, anunciou Manley. Vale destacar que, assim como no Brasil, o Jeep Renegade também está registrando uma boa aceitação no Velho Continente.

O início das vendas do Compass no Brasil ocorreu neste mês, portanto ainda precisamos aguardar pelo menos o início de 2017, quando ele estará mais consolidade no mercado, para ter uma ideia da aceitação do SUV por aqui.

Uma das chaves para deixar o pessoal da Jeep tão confiante de que o Compass será o produto mais vendido em toda a história da marca é o fato dele ser o modelo mais globalizado da empresa, com a produção realizada em quatro fábricas ao redor do mundo. Além da unidade da FCA em Goiana (PE), o Compass é feito no México, China e na Índia, país que também concentra a fabricação para os mercados que recebem o SUV adaptado para a mão inglesa de direção.

Algo raro de ocorrer no mercado global, os brasileiros já puderam conhecer e até mesmo comprar o Jeep Compass bem antes dos europeus. Por lá, o Compass estreará até setembro de 2017, onde terá opções de motor 1.6 e 2.0 a diesel, bem como o 2.4 a gasolina. As transmissões poderão ser a manual ou automática de 6 marchas ou a automática de 9 velocidades.

Por aqui o Compass parte de R$ 99.990 com motor 2.0 flex, valor que pode atingir R$ 149.990 no caso da versão topo de linha Trailhawk com o propulsor 2.0 turbodiesel. Em nosso primeiro contato com o Compass 2.0 flex o modelo agradou, com um pacote de custo-benefício bem competitivo frente os rivais, uma das vantagens da produção nacional.

 
 
Jeep Compass 2017
 
Jeep Compass 2017
Jeep Compass 2017
Jeep Compass 2017
 
Jeep Compass 2017
Jeep Compass 2017
Jeep Compass 2017
 
Jeep Compass 2017
Jeep Compass 2017
Jeep Compass 2017
 
Jeep Compass 2017
Jeep Compass 2017
Jeep Compass 2017
 
Jeep Compass 2017
Jeep Compass 2017
Jeep Compass 2017
 
Jeep Compass 2017
Jeep Compass 2017
Jeep Compass 2017
 
Jeep Compass 2017
Jeep Compass 2017
 
 
César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/