A Ford apresentará a linha 2018 do Fiesta entre os dias 23 e 24 de novembro, ou seja, em duas semanas. O modelo, que já teve as primeiras unidades emplacadas em outubro, deve chegar às lojas em dezembro com algumas novidades como a elogiada nova versão da central multimídia SYNC 3.

Mas é o visual externo a maior mudança. Flagrado no mês passado, o hatch compacto premium teve imagens vazadas e que revelavam uma nova frente com para-choque redesenhado e faróis com luzes diurnas de LED. Outra imagem, do jornalista Jorge Moraes, foi publicada no Instagram nesta semana mostrando o modelo sem disfarces.

O Fiesta é fabricado em São Bernardo do Campo, numa linha de montagem solitária – além dele, a Ford produz ali sua linha de caminhões – e o volume tem sido baixo: em outubro apenas 1.520 unidades foram emplacadas no Brasil, a maior parte (91%) das versões SE e SEL 1.6.

Como a Ford já adianta que o modelo continuará com os motores 1.6 Sigma e Ecoboost, a introdução do bom motor 1.5 de 3 cilindros usado no EcoSport 2018 ficará de fora do hatch. Já o câmbio Powershift, que hoje equivale a um terço da demanda, deve ser mantido também – ele tem sido conhecido pela pouca eficiência e foi substituído por uma transmissão automática tradicional no SUV compacto.

Apesar de a linha 2018 chegar tarde para os padrões de mercado, a Ford não tem do que reclamar das vendas do Fiesta este ano. Se não emplaca tanto quanto no passado ao menos o hatch compacto está crescendo em relação a 2016: foram 15% a mais que no ano passado até outubro.

 
 
Ford SYNC 3
 
Ford SYNC 3
Ford SYNC 3
Ford Fiesta 2016
 
Ford Fiesta 2016
Ford Fiesta 2016
Imagem vazada do novo Ford Fiesta 2018
 
Imagem vazada do novo Ford Fiesta 2018
Imagem vazada do novo Ford Fiesta 2018
Ford Fiesta 2018
 
Ford Fiesta 2018
Ford Fiesta 2018
 
 
Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/