A Ford confirmou nesta quarta-feira (4) um passo ousado rumo a eletrificação de sua gama de modelos para os próximos anos. Com um maciço investimento que totalizará US$ 4,5 bilhões ao longo dos próximos três anos, a montadora confirmou a introdução de 13 novidades com esse tipo de propulsão até 2021.

Dois destaques ficam por conta do esportivo Mustang, que terá uma variante híbrida possivelmente já na próxima geração, bem como a picape grande F-150, que terá a opção de conjunto mecânico combinando os propulsores a combustão e elétrico.

Dentre os produtos inéditos, a principal estreia ficará por conta de um SUV elétrico com autonomia estimada de 480 km. Com isso, a Ford segue os passos de fabricantes como Audi e Mercedes-Benz, que também lançarão modelos semelhantes até o fim da década. O utilitário esportivo será lançado em 2020 e comercializado em mercados da América do Norte, Europa e Ásia.

Já um ano depois, em 2021, está prevista a estreia de um modelo com condução autônoma e aplicação comercial em sistemas de carona, como o Uber, ou compartilhamento de veículos.

Tanto o Mustang como a F-150 híbridos são esperados para 2020, sendo que o cupê terá potência equivalente a do Mustang V8 atual (435 cv com o bloco 5.0 V8) com a vantagem de oferecer ainda mais torque.

A van comercial Transit passará a contar com uma versão híbrida plug-in disponível em 2019 na Europa. “Os investimentos e a expansão de nossa linha refletem nossa visão de que a oferta global de veículos elétricos excederá os veículos a gasolina nos próximos 15 anos”, declarou Mark Fields, presidente mundial da Ford.

Até o momento sabemos que a Ford tem a intenção de comercializar o Mustang no Brasil a partir de 2018, após o modelo receber sua atualização de meio ciclo baseado na geração atual. Contudo, até mesmo para rivalizar com o Chevrolet Camaro, ele deverá chegar por aqui somente em sua versão V8.

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/