Depois de algumas imagens vazadas anteciparem o aguardado Volvo XC40, o modelo foi finalmente revelado nesta quinta-feira (21) em Milão, na Itália. Segundo a Volvo, a escolha da cidade italiana não ocorreu por acaso, já que a fabricante quer passar para o inédito XC40 alguns valores como o frescor, criatividade e distinção de seu mais novo SUV dentro da gama atualmente composta pelo XC60 e o XC90. Um importante centro europeu para as artes, moda, design e estilo de vida, Milão representa muito da mensagem que o XC40 quer passar para seus potenciais clientes.

A apresentação desta quinta-feira ficou limitada às imagens e vídeos que você confere ao longo do texto, sendo que a Volvo não forneceu muitos detalhes técnicos da novidade. Rival para o trio alemão composto por Mercedes-Benz GLA, Audi Q3 e BMW X1, podemos apostar em um comprimento na casa de 4,40 m para o XC40 e um preço, aqui no Brasil, que gravitará na faixa de R$ 150.000 a R$ 200.000 (ou pouco mais do que isso) dependendo da versão.

O XC40 será um modelo muito importante para a Volvo ao inaugurar uma série de novidades para a marca, tanto tecnicamente quanto comercialmente. A plataforma que dá vida ao projeto do SUV, por exemplo, é toda nova. Trata-se da arquitetura modular para veículos compactos CMA, desenvolvida em conjunto com a chinesa Geely (atual administradora da Volvo) para obter o ganho em escala que modelos do porte do XC40 precisam oferecer.

O XC40 ainda oferece recursos novos dentro da gama Volvo, como o carregamento por indução para smartphones e uma nova geração do sistema City Safety, que previne acidentes no uso urbano agora para velocidades até 60 km/h. Até o momento o recurso atuava em velocidades abaixo de 50 km/h. O XC40 também não oferecerá alto-falantes posicionados na parte inferiro das portas dianteiras com o objetivo de liberar mais espaço para acomodar objetos na cabine, uma demanda dos consumidores desse segmento. 

Ponto positivo para o novo XC40 é que o modelo oferecerá o mesmo nível de eletrônica embarcada que os irmãos maiores XC60 e XC90. Também será possível encontrar entre as versões do XC40 recursos como o Pilot Assist, controlador de velocidade adaptativo que oferece condução semiautônoma na estrada, conjunto de câmeras oferecendo visão 360º ao redor do XC40, aviso de saída da faixa de rodagem com correção automática, dentre outros.

Pelo menos já confirmado para alguns países da Europa e nos EUA, um serviço muito interessante oferecido junto com o XC40 será o Care by Volvo. Por meio de uma taxa mensal, que na Europa será de 699 euros (cerca de R$ 2.600), os donos do modelo terão todos os serviços de manutenção, seguro, troca de pneus, dentre outros realizados pela Volvo por um período de 24 meses. O sistema também vai permitir que, por meio de uma chave eletrônica oferecida aos assinantes do serviço, o proprietário possa realizar um compartilhamento (car sharing) de seu XC40 com familiares e amigos. Procurada pelo AUTOO, a Volvo informou que não existe previsão de oferecer o Care by Volvo no Brasil. 

A Volvo ainda não deu muitos detalhes da motorização do XC40, mas a partir deste ano e concomitante com o lançamento, o XC40 será oferecido nas configurações D4 a diesel, com um 2.0 de 190 cv, e T5 Drive-E, no caso o 2.0 turbo a gasolina de 250 cv. Os dois propulsores serão ligados ao câmbio automático de 8 marchas em conjunto com o sistema de tração integral. A Volvo, de qualquer forma, já deixou confirmado que o XC40 terá variantes híbrida plug-in e totalmente elétrica. Também posteriormente caberá ao Volvo XC40 inaugurar um novo propulsor 3 cilindros da fabricante.

A Volvo conta com uma meta de aumentar em cerca de 50% suas vendas globais em 2020, atingindo um volume de 800 mil unidades comercializadas ao ano no período em questão. Seguramente o XC40 vai desempenhar um papel muito importante nessa estratégia, sobretudo pelo posicionamento de mercado e a predileção cada vez maior do público mundial por SUVs. Aqui no Brasil, como apuramos durante entrevista com o presidente da empresa em nosso país, o XC40 deverá se tornar o modelo mais vendido da marca. A empresa pretende encerrar 2017 com 3.700 unidades vendidas no Brasil e, para 2018, elevar esse volume para 6 mil carros.

A produção do XC40 começará em novembro na fábrica da Volvo em Ghent, na Bélgica, de onde será exportado para vários países. O XC40 está confirmado para o Brasil com o lançamento previsto para março de 2018.

 
 
Volvo XC40 2018
 
Volvo XC40 2018
Volvo XC40 2018
Volvo XC40 2018
 
Volvo XC40 2018
Volvo XC40 2018
Volvo XC40 2018
 
Volvo XC40 2018
Volvo XC40 2018
Volvo XC40 2018
 
Volvo XC40 2018
Volvo XC40 2018
Volvo XC40 2018
 
Volvo XC40 2018
Volvo XC40 2018
Volvo XC40 2018
 
Volvo XC40 2018
Volvo XC40 2018
Volvo XC40 2018
 
Volvo XC40 2018
Volvo XC40 2018
Volvo XC40 2018
 
Volvo XC40 2018
Volvo XC40 2018
Volvo XC40 2018
 
Volvo XC40 2018
Volvo XC40 2018
Volvo XC40 2018
 
Volvo XC40 2018
Volvo XC40 2018
Volvo XC40 2018
 
Volvo XC40 2018
Volvo XC40 2018
Volvo XC40 2018
 
Volvo XC40 2018
Volvo XC40 2018
Volvo XC40 2018
 
Volvo XC40 2018
Volvo XC40 2018
Volvo XC40 2018
 
Volvo XC40 2018
Volvo XC40 2018
Volvo XC40 2018
 
Volvo XC40 2018
Volvo XC40 2018
 
 
César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/