Os especialistas apontam que, mesmo em épocas de crise, não é permitido deixar o cenário esmorecer suas atividades ou parar de investir e procurar novas formas para chamar os consumidores às lojas. No caso da indústria automotiva, a estratégia passa diretamente pela introdução de novos modelos nas lojas. Com isso, as marcas acabam mexendo com a curiosidade dos consumidores e, quem sabe, elevando suas vendas.

É justamente por isso que as fabricantes não deixaram a peteca cair em 2016 e lançaram boas novidades no mercado, ano que também ficou marcado pela realização do Salão de São Paulo. Mas como se saíram essas novidades no mercado?

Algumas delas foram extremamente bem, como é o caso da Fiat Toro. Lançada inicialmente com as opções de motores 1.8 flex e 2.0 turbodiesel, no fim de 2016 a picape também recebeu a inclusão do propulsor 2.4 16V flex na gama de versões. Até novembro de 2016 a Toro já registrava 35.995 unidades vendidas, um resultado excelente e superando com folga a média de 4.000 unidades/emplacadas mês.

Outro modelo longe de contar com preço popular e que foi muito bem aceito foi a nova geração do Toyota SW4. Com a versão mais acessível partindo de R$ 163.500 (SR flex), o utilitário esportivo de grande porte chegou a emplacar 1.254 unidades em novembro do ano passado.

Entre os sedãs médios, a categoria foi presenteada com a estreia de dois modelos muito importantes. Em 2016 foram lançadas as novas gerações do Honda Civic e do Chevrolet Cruze. Ambos tiveram um desempenho apenas mediano no ano passado, com o Civic vendendo em média 2.500 unidades e o Cruze estacionando na casa de 1.400 carros emplacados ao mês. A dupla sequer chegou perto do Toyota Corolla, líder absoluto do segmento emplacando em média por volta de 5.000 unidades/mês. Vale destacar que, para manter o primeiro lugar na preferência dos consumidores dessa fatia do mercado, o sedã ganhará um facelift até o fim do trimestre.

 
 
Fiat Toro 2017
 
Fiat Toro 2017
Fiat Toro 2017
Fiat Toro 2017
 
Fiat Toro 2017
Fiat Toro 2017
Fiat Toro 2017
 
Fiat Toro 2017
Fiat Toro 2017
Fiat Toro 2017
 
Fiat Toro 2017
Fiat Toro 2017
Fiat Toro 2017
 
Fiat Toro 2017
Fiat Toro 2017
Chevrolet Cruze 2017
 
Chevrolet Cruze 2017
Chevrolet Cruze 2017
Chevrolet Cruze 2017
 
Chevrolet Cruze 2017
Chevrolet Cruze 2017
Chevrolet Cruze 2017
 
Chevrolet Cruze 2017
Chevrolet Cruze 2017
Chevrolet Cruze 2017
 
Chevrolet Cruze 2017
Chevrolet Cruze 2017
Chevrolet Cruze 2017
 
Chevrolet Cruze 2017
Chevrolet Cruze 2017
Toyota Prius 2016
 
Toyota Prius 2016
Toyota Prius 2016
Toyota Prius 2016
 
Toyota Prius 2016
Toyota Prius 2016
Toyota Prius 2016
 
Toyota Prius 2016
Toyota Prius 2016
Toyota Prius 2016
 
Toyota Prius 2016
Toyota Prius 2016
Toyota Prius 2016
 
Toyota Prius 2016
Toyota Prius 2016
Honda Civic 2017
 
Honda Civic 2017
Honda Civic 2017
Honda Civic 2017
 
Honda Civic 2017
Honda Civic 2017
Honda Civic 2017
 
Honda Civic 2017
Honda Civic 2017
Honda Civic 2017
 
Honda Civic 2017
Honda Civic 2017
Honda Civic 2017
 
Honda Civic 2017
Honda Civic 2017
Fiat Mobi 2017
 
Fiat Mobi 2017
Fiat Mobi 2017
Fiat Mobi 2017
 
Fiat Mobi 2017
Fiat Mobi 2017
Fiat Mobi 2017
 
Fiat Mobi 2017
Fiat Mobi 2017
Fiat Mobi 2017
 
Fiat Mobi 2017
Fiat Mobi 2017
Fiat Mobi 2017
 
Fiat Mobi 2017
Fiat Mobi 2017
 
 

Outro modelo que chegou às lojas em 2016 mas ainda não surpreendeu, pelo menos em vendas, foi o Nissan Kicks. Apesar do bom conjunto, que aposta no custo-benefício competitivo e na racionalidade do motor e câmbio, o SUV foi a escolha de 1.667 consumidores em novembro do ano passado. Apesar da Nissan destacar a boa participação do Kicks na faixa de SUVs compactos de R$ 90.000, o volume de vendas coloca o Kicks atrás até mesmo do Renault Duster, um modelo que está longe de oferecer o mesmo frescor em termos de projeto.

Se conseguiu um sucesso ímpar com a Toro em 2016, outro lançamento importante da Fiat realizado no ano passado foi o subcompacto Mobi. A realidade vivida pelo novo modelo de entrada da marca, contudo, foi bem diferente da experienciada pela picape. Com a expectativa de comercializar por volta de 7 a 8 mil unidades por mês do modelo, o Mobi está registrando pouco mais da metade disso em vendas. A marca credita a procura abaixo do esperado devido à forte retração do mercado em 2016, porém acredita que algumas novidades como a chegada da versão com motor 1.0 tricilíndrico possa animar a presença do Mobi no mercado.

Entre os modelos de proposta ecológica, a nova geração do Toyota Prius começa a desbravar uma trilha importante no mercado brasileiro. Apesar do segmento de carros elétrico e híbridos ainda engatinhar por aqui, o sedã chegou a registrar 88 unidades emplacadas em novembro de 2016, mostrando um certo fôlego do modelo por aqui.

Com uma expectativa de melhora do cenário econômico para este ano, boas novidades são esperadas para chegar ao mercado a partir deste trimestre, como você pode conferir em nosso especial. Vamos ver como elas se saem ao longo ano em nosso balanço de 2018. Até lá!

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/

Veja mais notícias da marca